Redes sociais: qual o limite do relacionamento com o cliente?

Face_clientePara auxiliar no contato imediato e sabermos de tudo sempre em primeira mão, é comum adicionarmos cada vez mais conhecidos do ambiente de trabalho nas redes sociais. Dentro desse grupo de contatos, que podem ser da própria empresa, também estão os clientes. Você sabe o que compartilhar ou não com o seu cliente ou como cativar um em potencial? Espie as dicas do GAV:

Cuidando o perfil

Se você está disposto a ampliar seu networking também nas redes sociais, pegue leve nas fotos e entenda que o seu perfil deve ser usado para fins profissionais, cabendo medir publicações de lazer e mais voltadas para o trabalho, afinal você continua em ambiente em que todos devem ser sociáveis.

Adicionando o cliente
Afinal, quem adiciona primeiro? Você ou ele? Não existe regra, mas se você mantém o seu perfil também para contato profissional, pode pesquisar se ele segue o exemplo. No Facebook é possível conferir amigos em comum. Quem sabe ele já não fez amizade com alguém do seu grupo de trabalhou ou, até mesmo, seu chefe?

Comunicação pelas redes sociais tem limites
Você pode ter o seu cliente como amigo e trocar mensagens com ele, mas algumas demandas do dia a dia precisam ser formalizadas por e-mail ou pela ferramenta utilizada na empresa. A mensagem no Facebook, por exemplo, pode ser para algo rápido, como uma pergunta sobre o horário da reunião, mas já imaginou encaminhar uma tabela com valores por lá?

Faça bonito e mostre que você está por dentro
As regras de compartilhamento também valem para quem quer um perfil mais profissional. Se o seu cliente está como seu amigo na rede, que tal publicar participações em eventos, mostrar que você já leu notícias importantes do mercado e, principalmente, está satisfeito com a vida? Ser negativo nunca é bom, muito menos nos negócios.
Se for em eventos ao lado dele ou já tiver um contato mais próximo, pense na possibilidade de realizar marcações e tirar fotos para publicar. Isso é uma forma de demonstrar que você valoriza a relação.

Preste atenção na principal rede
Se tem uma rede que você não pode deixar de atualizar e mostrar todo o conhecimento é o LinkedIn. Adicione todas as suas experiências e não tenha medo de adicionar o cliente por lá também!

Gostou das dicas? Sugira o próximo tema para o blog do GAV nos comentários.
Advertisements

Entrevista de outubro: Renata Schenkel

Renata - outubro

Você sabia que o Grupo de Mídia está sob o comando de Renata Schenkel? Para entender mais sobre a gestão da profissional, convidamos Renata para ser nossa entrevistada de outubro. Ela topou o convite, e agora você pode conferir o seu perfil e os futuros desafios da entidade no bate-papo abaixo:

GAV – Para quem ainda não lhe conhece, você pode contar um pouco sobre a vida profissional? Quais são as suas experiências?

Renata Schenkel – Trabalhei por 8 anos e meio na Escala, onde comecei como assistente estagiária e fui crescendo etapa por etapa. Em 2010 cheguei à posição de Gestora de Conexões e fui assumir a coordenação da área na unidade paulistana da agência, justamente para levar pra lá nosso formato de trabalho diferenciado dentro da mídia, aumentar o prestígio do departamento dentro da agência e principalmente diante dos clientes. Com esta missão cumprida, voltei para Porto Alegre para atuar como Gestora de Conexões aqui até junho de 2012. Na Escala atendi diversos segmentos de clientes, desde agronegócio, calçadista, governo, saúde, moda, educação.

O desafio seguinte foi na agência Dm9Sul, atuando como Gerente de Mídia de contas de moda, gestão de frotas e benefícios, educação e calçadista, e aprendendo a atuar com um olhar de geradora de negócios, envolvida diretamente com o business dos clientes. Passados mais dois anos, assumi recentemente (em agosto) a função de Gerente na Competence, cuidando não só dos clientes da unidade de Porto Alegre, mas também gerenciando a área de mídia das unidades de SC, PR e PE da agência.

GAV – Como foi a decisão de assumir o Grupo de Mídia? Já estava nos seus planos participar da chapa? 

Renata Schenkel – Há alguns anos eu já vinha atuando de forma mais efetiva junto ao Grupo de Mídia, tanto assumindo cargos nas diretorias anteriores (como segunda secretária, depois primeira secretária, e por fim Diretora Ética), como também contribuindo com sugestão de novos cursos, auxiliando na organização do Top Of Mídia, participando do grupo de trabalho para ajustes no regulamento da nossa premiação, dando ideias de mudanças importantes para o Grupo e para o mercado.

Com todas essas movimentações eu já estava me preparando para assumir este papel em uma próxima gestão, e somando a isso o apelo dos colegas do GM para que eu me candidatasse à presidência, entendi que esta era a hora de aceitar o desafio e contribuir de forma ainda mais direta com o crescimento e reconhecimento do profissional de mídia.

GAV – A Daniela Schenato permanece na diretoria como vice-presidente. Quais pontos você pretende dar continuidade na gestão dela e quais pretende inovar?

Renata Schenkel – A Dani é uma parceira de longa data, trabalhamos juntas na Escala por muitos anos (aprendi muito com ela!), e também no Grupo de Mídia desenvolvemos uma forte parceria no intuito de dar mais visibilidade e reconhecimento ao profissional de mídia.

Pretendo continuar nesta busca pela qualificação dos profissionais da área através de cursos, palestras, treinamentos e viagens para eventos nacionais relevantes; e buscarei inovar modernizando a nossa associação (inclusive para atrair sócios da nova geração de mídia e que ainda não se relacionam conosco ou não conhecem nossa atuação), articulando formas de proporcionar às agências mais acesso a informações e pesquisas, e destacando a importância de nosso trabalho diante dos donos de agências e colegas de outros departamentos, e principalmente diante dos clientes.

GAV – Vamos falar de desafios, quais são os primeiros e grandes na diretoria do Grupo de Mídia?

Renata Schenkel – Os desafios da nova gestão são inúmeros, e pessoalmente me sinto desafiada a conciliar um momento importante de imersão e reconhecimento em uma agência tão robusta como a Competence com o início de um trabalho como Presidente do Grupo de Mídia do RS, sendo que ambos são atividades que eu adoro e preciso me dedicar.

Falando de questões práticas, meu primeiro grande projeto como presidente do GMRS é um trabalho junto ao Sinapro-RS no que diz respeito a entender as necessidades complementação de pesquisas de mídia das agências gaúchas, e a partir disso buscar alternativas viáveis (negociações especiais) para que as agências consigam adquirir esses bancos de dados que hoje são tão caros, enriquecendo as entregas para nossos clientes sem comprometer a rentabilidade do nosso negócio.

Também tenho o desafio colocar de forma clara e definitiva para os donos de agência, publicitários em geral e anunciantes o quanto o profissional de mídia é essencial para o sucesso de suas empresas, é verdadeiramente um parceiro de negócios – precisamos ampliar essa percepção, enaltecer nossas contribuições estratégicas.

Há inúmeros outros projetos e intenções para esta gestão, mas serão apresentados a medida que tivemos os mapas de implementação e cronogramas… e no Papo de Mídia de posse na Nova Diretoria contaremos um pouco mais do que está por vir. Com certeza no momento certo todos os sócios do GAV serão convidados para este encontro, e contamos com a presença de cada um.

Entrevista com o Atendimento do ano: Marcello Wolff

MarcelloCom mais uma semana rolando, nada melhor do que curtir mais uma entrevista do GAV. Marcello Wolff estreia no blog do GAV falando sobre a premiação do Top of Mídia como o grande nome do Atendimento, sua experiência no mercado e muito mais. Confira abaixo:

GAV – Há quanto tempo você atua como atendimento de veiculo? Você já tinha recebido algum prêmio anteriormente?

Marcello – A Sinergy é a empresa de comunicação que me abriu as portas para o mercado da comunicação. Faz dois anos e meio que componho a equipe comercial e onde acredito já ter sido reconhecido e incentivado nesta curta trajetória.  Como meu currículo sempre foi ligado à área comercial, antes da Sinergy, fui premiado na empresa Rodobens Negócios e Soluções onde atuei como Gerente de Contas por 5 anos e fui destaque como  – Melhor Desempenho Nacional em Vendas 2011,  segmento financiamentos e consórcios.

GAV – Você esperava ser um dos três profissionais indicados na categoria Atendimento de Veículos e ser o grande premiado do Top of Mídia?

Marcello – O nosso trabalho é intenso nas agências e clientes, além de gerar bons negócios regados a um resultado eficaz, sempre esperamos que o mercado reconheça esse esforço e posso garantir que independente de premiação, recebo esse retorno diariamente. Como fui muito bem acolhido pelos mídias e clientes que atendo, vislumbrei esse título sim, mas não acreditava que seria tão rápido. Fiquei de certa forma surpreso e muito feliz pela conquista!

GAV – Para a categoria Atendimento de Veículos não há a menção de um trabalho específico inscrito. Por quais motivos você acha que levou o prêmio?

Marcello – Apesar da configuração do prémio em si não exigir um case, pude concluir pelas premiações da noite que meu reconhecimento foi construído pelos trabalhos que desenvolvi em conjunto com meus clientes e pela estrutura, estímulo, confiança e autonomia que a Sinergy me deu para atuar. Dos cases premiados da noite, dois foram de clientes meus e isso reforça o espaço que as agências me deram para realizar trabalhos inéditos e de sucesso em conjunto com toda a equipeSinergy. Além disso, acredito muito no relacionamento que consolidei com agências e clientes, com muita transparência e parceria. Sempre estive disposto quando precisaram de mim e sempre busquei o “algo mais” para atender a todos, buscando excelência.

 GAV – Como a Sinergy recebeu a notícia?

Marcello – A empresa toda estava em festa, tivemos cases nossos premiados e dois Destaques Profissionais, a Camila Câmara e eu. Estamos há 15 anos no mercado e esse reconhecimento veio para coroar essa equipe que constrói a imagem da Sinergydiariamente. Fico orgulhoso de fazer parte e sou muito valorizado pela história que estou escrevendo nessa comunhão.

GAV – Com um ótimo reconhecimento como o Top of Mídia, quais são seus planos para o futuro profissionais?

Marcello – Entrar para a propaganda meu deu um gás para renovar o meu gosto pelo comercial. Conhecer pessoas novas, poder lidar com negócios extraordinários, com o encantamento e a flexibilidade da mídia externa estão sendo motivadores para explorar ainda mais esse setor. Sou formado em Administração de Empresas e no momento estou me especializando com um MBA em Gestão em Vendas e Relacionamento na Uniritter, pretendo participar mais das atividades da minha categoria junto com o GAV e me aprimorar ainda mais tecnicamente. Acima de tudo, não perder a essência de parceria e aliança com meus clientes e agências que me acolheram de forma incrível.

Entrevista do mês: Diná Ferreira

dináDiná Ferreira foi um dos grandes nomes do Top of Mídia deste ano. Agora, ela é nossa entrevistada de setembro para contar tudo sobre a premiação, falar sobre o início da carreira e ainda dar dicas para quem está começando. Confira abaixo:

GAV- Como foi receber a notícia que você estava entre os três profissionais de mídia do Top of Mídia deste ano e, posteriormente, receber o grande prêmio da noite?

Diná Ferreira – Receber a notícia de estar entre os três finalistas já foi um mérito muito grande pois tratava-se de 3 profissionais muito gabaritados e reconhecidos no mercado gaúcho, então me encheu de orgulho e só isso já era um prêmio pra mim.  Mas a emoção de ser a grande premiada da noite foi de uma emoção que não se descreve. Ter o reconhecimento desse mercado tão competente e ao mesmo tempo tão exigente, ainda mais sendo eu uma profissional que não é gaúcha me emocionou.

GAV – Além disso, nesta edição aconteceu a análise de cases por outros profissionais do mercado.

Diná Ferreira – Foi muito importante essa nova forma de avaliação pois trouxe o olhar do mídia sobre o trabalho, diversificando o método de avaliação.

GAV – A equipe de conexões da Escala levou cinco prêmios em 2014 e foi o grande diferencial. Pode nos contar um pouco sobre a participação em alguns deles?

Sobre o grande número de prêmios da Escala, foi um ano de muito trabalho em equipe na agência, com todos departamentos trabalhando em sintonia, e isso resultou em ótimos trabalhos onde a premiação foi um reconhecimento disso.

 GAV – Foi a primeira vez que você leva a premiação destaque e qual a importância que você destaca para os profissionais se inscreverem no Top of Mídia e em outros prêmios da área?

Diná Ferreira – Temos que acreditar no potencial no nosso trabalho, e confiar que somos capazes de concorrer, mas antes disso é necessário realizar trabalhos que objetivem resultado, esse deve ser o grande objetivo sempre pois case bom é case com resultado.

 GAV – Fale um pouco da sua carreira como profissional de mídia e seu histórico profissional.

Diná Ferreira -Iniciei minha carreira há 20 anos no Rio de Janeiro na agência JVA onde atendia clientes como Casas Pernambucanass, Castrol e Paes Mendonça. 4 anos depois fui para a agência Percepttiva onde trabalhei por mais 10 anos.  Após 14 anos de profissão me mudei para Porto Alegre onde dei continuidade à carreira passando pelas agências Globalcomm, E21, Competence e hoje na Escala, já completando 7 anos na cidade gaúcha.  Tanto no Rio como em Porto Alegre atendi clientes de diversos segmentos, como varejo, indústria, moda, infantil, construção, educação, governo, entre outros.  Todos esses anos de dedicação resultaram em alguns prêmios no Top of Mídia, nas categorias internet, rádio, projeto especial, OOH e campanha , incluindo 2 Grand Prix, e agora o de Mídia de Ano, o que me deixa muito orgulhosa pois sou uma carioca em terra gaúcha.

 GAV – Que dica você daria para um profissional de mídia iniciante?

Diná Ferreira – Estudar muito pois a mídia é a área mais técnica e estratégica  dentro da publicidade. Além disso, se espelhar em grandes profissionais para ter boas referências pois essa é uma bagagem que trago comigo, que é o conhecimento adquirido da convivência com outros profissionais, sabendo ouvir e selecionar o que nos serve como aprendizado.

Entrevista do mês: Daniela Schenato

Daniela Schenato

Agosto começa com a entrevista de Daniela Schenato para o blog do GAV. A poucos dias do Top of Mídia, ela comentou sobre o evento e também as eleições do Grupo de Mídia para a equipe do GAV. Confira:

GAV – Dani Schenato, quais mudanças ocorreram no Top of Mídia de 2014 em comparação com outras edições?

Daniela Schenato – Este ano, como estamos comemorando 15 anos desta premiação, resolvemos inovar e fazer todo o processo on-line. Criamos um site específico para as inscrições e julgamento dos cases. Até o ano passado fazíamos todo o julgamento presencial.

 

GAV – Em relação à avaliação das peças, houve alguma alteração quanto ao júri, categorias e formato de inscrição?

Daniela Schenato – Este ano, além dos profissionais de veículos do Rio Grande, convidamos sócios de outros Grupos de Mídia do Brasil – São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina. Esta ideia tem como objetivo diversificar a avaliação sobre o trabalho de mídia inserindo profissionais que conhecem e vivem mais o nosso dia. Fizemos readequação de algumas categorias, mas muito sutil. Todo o processo foi on-line.

 

GAV – Dia 12 de agosto já está marcada a festa de premiação do Top of Mídia. Você tem como antecipar algum detalhe pro GAV?

Daniela Schenato – O que posso adiantar é que pretendemos fazer uma grande festa de premiação. Estamos trabalhando para isso, mas mais detalhes somente no dia 12/08, a partir das 20h na Casa Vetro.

 

GAV – Justamente em agosto você também está encerrando um ciclo no Grupo de Mídia. Como você percebe o seu modelo de gestão e as novidades que trouxe para o Grupo?

Daniela Schenato – Acredito que toda a diretoria desta gestão cumpriu os objetivos. Ficamos atentos a qualificação profissional dos nossos associados, realizamos diversos cursos e estivemos atuantes nos dois anos. Confesso que passou rápido, e que não deu para fazer tudo, mas tenho certeza que a nova gestão irá continuar trabalhando para sempre entregar o melhor para os nossos sócios. Estamos hoje com mais de 80 sócios atuantes. Tenho certeza que é muito gratificante ter o trabalho reconhecido pelo mercado e sócios.

 

GAV – Em setembro acontece as novas eleições do Grupo de Mídia. Você planeja dar continuidade ao trabalho em outra posição? O que espera dessa nova gestão? Pode nos adiantar?

Daniela Schenato – Como este ano o Top of Mídia está sendo realizado em agosto, tudo ficou para depois. Ainda não fizemos a publicação do edital para os sócios apresentarem as suas chapas. Se vou estar em uma delas, não sei (risos). O que espero da nova gestão é que dê continuidade ao trabalho que o Grupo de Mídia vem desenvolvendo.

Entrevista do mês: Camila Rodrigues

camila

O Dia do Mídia já passou, mas as entrevistas com foco no profissional e na área continuam. Neste mês de julho, chamamos Camila Rodrigues, profissional da JWT, para uma conversa descontraída sobre o mercado. Confira as dicas de Camila e o que ela falou sobre o GAV:

Camila, como você observa as ações do GAV frente ao mercado? Você já acompanha a entidade há algum tempo?

Eu acompanho as atividades desde que assumi a conta de Tramontina em abril de 2013. Acho que é um instrumento muito interessante para a troca de experiências e relacionamento com o mercado.

Você acredita que as áreas de Atendimento e Mídia, por exemplo, precisam se renovar cada vez mais frente às mudanças do mercado?

Acredito que a renovação está na interação de todos os departamentos. Todos os precisam estar envolvidos com os objetivos de negócios do cliente, não somente a mídia e o atendimento. Na JWT, por exemplo, quando sentamos em uma sala para discutir um briefing, saímos do papel de atendimento, mídia ou criação e passamos a ser consultores de negócios. Para mim, esse será o papel do futuro das agências de propaganda.

No seu entendimento, como é possível o profissional conciliar tantas demandas com criatividade e ainda dedicar tempo aos estudos para buscar atualização?

Acredito que só com muito amor pelo o que se faz e muita disciplina. É uma tarefa árdua que precisamos exercitar todos os dias.

Qual a principal dificuldade do Mídia hoje e por quais motivos?

A diversidade de conteúdo e acesso a informação pelos consumidores torna o trabalho de mídia muito mais complexo que no passado.

Antigamente, conseguíamos dar um tiro de canhão na TV aberta por exemplo, e impactar milhões de consumidores. Hoje, não existe o meio mais adequado, existe o contexto e conteúdo mais apropriado para atingirmos essas pessoas de acordo com os objetivos de comunicação do cliente. Não podemos pensar em um ou 2 meios, precisamos desenvolver plataformas que se conversem e marcar presença da marca em todas as etapas da jornada do consumidor. Desde o “gatilho”(Opa! Preciso desse produto), a compra em si, como  principalmente, pensar além da compra – o que esse consumidor vai falar sobre o seu produto depois de comprá-lo.

O que você poderia indicar para os jovens, futuros profissionais, que desejam se dedicar às áreas de Atendimento e Mídia?

Leiam muito, aprendam novas línguas, conheçam novas culturas (não somente conhecer a Europa ou EUA – Explorem o Brasil!!!), não sejam reféns do que se aprende somente na faculdade de propaganda, conversem com todos os tipos de pessoas, não tenham preconceitos. Tudo isso fará a diferença para conhecermos os nossos futuros consumidores.